Postagens

Versículo da semana:

VERSÍCULO DA SEMANA:
"E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?" (Lucas 6:46)


Frase do momento

Frase do momento:

"Não é minha intenção atacar o denominacionalismo do cristianismo como errôneo. Eu somente quero dizer que para que o corpo de Cristo encontre uma efetiva expressão local, a base de comunhão deve ser verdadeira. E esta base é a relação de vida dos membros com o Seu Senhor e a sua desejosa submissão a Ele como o Cabeça. Tampouco estou pleiteando por aqueles que irão fazer uma seita carnal daquilo que poderia chamar de 'localismo', isto é, a estrita demarcação de igrejas por localidades. Porque tal pode ocorrer facilmente. Se o que estivermos fazendo hoje em vida se tornar amanhã um mero método, tal que seu próprio caráter alguns dos Seus forem excluídos, possa o Senhor ter misericórdia de nós e quebrar tudo!" (A Vida Normal da Igreja Cristã, capítulo 4. Grifo nosso)

Nossa Luta

Imagens"Sei onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; mas reténs o meu nome e não negaste a minha fé, mesmo nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. entretanto, algumas coisas tenho contra ti; porque tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, introduzindo-os a comerem das coisas sacrificadas a ídolos e a se prostituírem. Assim tens também alguns que de igual modo seguem a doutrina dos nicolaítas. Arrepende-te, pois; ou se não, virei a ti em breve, e contra eles batalharei com a espada da minha boca. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe." (Apocalipse 2:13-17)

Muitos irmãos estão sendo confundidos com inverdades e distorções sobre a nossa motivação e nossa luta (que em verdade não é nossa e nem é contra carne nem sangue). Muitos, por não discernirem que estão em um grande sistema, são levados a crer que atacamos a igreja. Nós amamos a igreja e nunca iríamos atacá-la. Por outro lado, nós odiamos qualquer manifestação do enorme sistema religioso criado por homens bons, mas iludidos pelo Maligno. Não estamos aqui para promover ministérios particulares nem demolir a obra do Espírito na edificação da igreja, pois nenhum poder é capaz de fazer isso.
Nossa comissão (e iremos fazer isso até que Deus diga "chega") é compartilhar o que o Senhor nos mostrar ao, misericordiosamente, erguer nossos olhos, expor o que Ele nos mostrar pelo buraco da parede do Santuário e cavar onde Ele nos ordenar para revelar as abominações nascidas da infidelidade, da apostasia,  dos desvios  e obras da carne pretensamente proclamadas como frutos do Espírito (Ezequiel 8:5-18). Obras estas disfarçadas de boas intenções e do pragmatismo típicos do sistema religioso que infesta as igrejas de Deus. Obras que que disfarçam muito bem o nicolaísmo e as doutrinas de Balaão. Tentaremos permanecer vivos para que os que escutam o Espírito não caiam nos braços de Jezabel.



SOMOS A FAVOR:
1 – Do propósito eterno de Deus, edificando a igreja para glória Deus Pai, em Cristo Jesus por meio do Espírito Santo, estabelecendo assim o reino dos céus na terra.
2 – Da Bíblia e, em segundo plano, das palavras inspiradas pelo Espírito liberadas através de irmãos idôneos usados pelo Senhor para edificar o Corpo de Cristo,
3 – De todos os filhos de Deus que, submissos ao nosso Pai Celestial, sejam fiéis às Palavras do Senhor Jesus, guiados pelo Espírito e biblicamente amparados.
4 - De negar a nossa vida da alma (principalmente o nosso ego) PARA SEGUIR A VONTADE DO SENHOR JESUS.
5 - De manter comunhão com as igrejas de toda terra independente de sua aparência, denominação e condição, retendo o que é bom para a edificação e rejeitando o que o Senhor rejeita.

SOMOS CONTRA:
1 – Todo tipo de ensinamento, sistema ou organização que substitua o senhorio e a liberdade devidas a Cristo e macule a pureza e o testemunho da Sua igreja, desviando Seu povo do propósito eterno de Deus.
2 – Todo tipo de comércio/negócio vinculados à igreja, principalmente os relacionados com a Palava de Deus.
3 – Qualquer tipo de tradição ou tentativa de uniformização que possa nos desviar e afastar da comunhão íntima e da liberdade que o Espírito Santo pode nos proporcionar no Senhor.
4 - Negar a nós mesmos para nos submeter a metas, projetos e ideias arquitetadas pela mente humana não transformada.
5 - Qualquer tipo de sectarismo, doutrinas estranhas e raciocínios falazes que nos afastem da pureza e simplicidade devidas a Cristo.

Portanto, nós entendemos que se alguém ou algum líder espiritual se desviar da Palavra de Deus, somos colocados diante de dois pontos:
1 - AMAR E NOS SUBMETER À AUTORIDADE DE DEUS.
2 - AMAR E NOS SUBMETER A AUTORIDADE DO HOMEM.
Nós, escolhemos o primeiro (assim como o Senhor nos ensina em Mateus 22:37-38, Atos 5:29). Colocando nosso foco no segundo ponto poderíamos nos encontrar rebeldes contra Deus, pois se alguém (alguma autoridade) se desviar da Palavra, então não mais será uma autoridade delegada por Deus, pois passará a exercer sua própria autoridade.
Negamos a nossa vida da alma para seguir ao Senhor Jesus e amá-Lo (Mt 16:24-25). Se negarmos a nós mesmos para seguir uma PESSOA que não nega a si mesmo, estaremos seguindo a homens e não a Deus. Entendemos que devemos seguir uma visão baseada na pessoa do Senhor Jesu e em Sua Palavra
Cairemos no fim daqueles que seguiram a Saul (como seu filho Jônatas, que mesmo amando e pactuando com Davi (1Sm 18:1-3), um tipo de Cristo, não se desligou da autoridade de seu rei e pai e acabou morrendo junto com ele nas mão dos filisteus (1Sm 31:2)). Precisamos ser como João que, mesmo ainda imaturo, conseguiu deixar o barco e seu pai para seguir ao Senhor (Mt 4:22).
Queremos amadurecer e ter a liberdade de por à prova os que se declaram apóstolos (Ap 2:2). Queremos deixar de ser imaturos para não seguir fábulas que produzem discussões e não a edificação (1Tm 1:4, 2Tm 4:3-4).
Queremos chegar à unidade da fé, no pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homens perfeitos, maduros e na medida da estatura da plenitude de Cristo, para não sermos mais como meninos, que se deixam levar de um lado para o outro por todo o vento de doutrina ou pela astúcia e fraudulência de homens que nos induzem ao erro (Ef 4:13-14).
Queremos nos fundamentar e caminhar na fé sem esquemas ou projetos humanos. Não queremos transportar a arca do Testemunho que se chama pelo nome do Senhor em um carro de bois, pois pode gerar tropeço e provocar a morte de algum irmão (2Sm 6:1-7). Mesmo que o carro de bois torne o trabalho mais fácil, não podemos nos esquecer que a responsabilidade de transportar a arca é dos Levitas. Todos os filhos de Deus hoje são Levitas, por isso queremos carregar com firmeza o Testemunho do Senhor. Assim fazendo,cremos que não haverá tropeços, pelo contrário, as águas do Jordão se abrirão e poderemos passar, a seco, para a boa terra de Canaã.
Não queremos rejeitar os mandamentos por causa da nossa tradição (Marcos 7:6-8) por melhor que ela possa parecer aos nossos olhos. Diante disto preferimos SER REBELDES contra as tradições, contra o sistema e contra todo aquele que se levante para defender essas coisas e nos afastar de Deus.
Preferimos não nos contaminar com nada e seguir o Cordeiro aonde quer que Ele for (Apocalipse 14:4).
Somos poucos, somos fracos, somos falhos, somos pecadores, por isso contamos desesperadamente com a graça e a misericórdia do Senhor para podermos avançar nestes tempos de apostasia e degradação.
Jesus Cristo é o nosso Senhor!

"Então me disse: Filho do homem, levanta agora os teus olhos para o caminho do norte. Levantei, pois, os meus olhos para o caminho do norte, e eis que ao norte da porta do altar, estava esta imagem do ciúme na entrada. E ele me disse: Filho do homem, vês tu o que eles estão fazendo? as grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do meu santuário; Mas verás ainda outras grandes abominações. E levou-me à porta do átrio; então olhei, e eis que havia um buraco na parede. Então ele me disse: Filho do homem, cava agora na parede. E quando eu tinha cavado na parede, eis que havia uma porta. Disse-me ainda: Entra, e vê as ímpias abominações que eles fazem aqui. Entrei, pois, e olhei: E eis que toda a forma de répteis, e de animais abomináveis, e todos os ídolos da casa de Israel, estavam pintados na parede em todo o redor. E setenta homens dos anciãos da casa de Israel, com Jaazanias, filho de Safã, no meio deles, estavam em pé diante das pinturas, e cada um tinha na mão o seu incensário; e subia o odor de uma nuvem de incenso. Então me disse: Viste, filho do homem, o que os anciãos da casa de Israel fazem nas trevas, cada um nas suas câmaras pintadas de imagens? Pois dizem: O Senhor não nos vê; o Senhor abandonou a terra. Também me disse: Verás ainda maiores abominações que eles fazem. Depois me levou à entrada da porta da casa do Senhor, que olha para o norte; e eis que estavam ali mulheres assentadas chorando por Tamuz. Então me disse: Viste, filho do homem? Verás ainda maiores abominações do que estas. E levou-me para o átrio interior da casa do Senhor; e eis que estavam à entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do Senhor, e com os rostos para o oriente; e assim, virados para o oriente, adoravam o sol. Então me disse: Viste, filho do homem? Acaso é isto coisa leviana para a casa de Judá, o fazerem eles as abominações que fazem aqui? pois, havendo enchido a terra de violência, tornam a provocar-me à ira; e ei-los a chegar o ramo ao seu nariz. Pelo que também eu procederei com furor; o meu olho não poupará, nem terei piedade. Ainda que me gritem aos ouvidos com grande voz, contudo não os ouvirei." (Ezequiel 8:5-18)

Facebook